30 outubro 2012

Londres - A cidade, London Eye e River Cruise in Tamisa



Continuando nossa incursão por Londres...

Por dois milênios Londres foi apenas um grande povoado e sua história remonta à sua fundação pelos romanos em 43 d.C, quando foi nomeada Londinium. A antiga vila se desenvolveu próxima à ponte de Londres construída pelos romanos para permitir a travessia do rio Tâmisa.

O centro de Londres, a antiga City of London, também conhecida como The Square Mile ("a milha quadrada") ou The City, ainda mantém suas fronteiras medievais. Pelo menos desde o século XIX, o nome "Londres" se refere à metrópole desenvolvida em torno desse núcleo. Hoje, a maior parte dessa confluência constitui a região da Grande Londres. 

Ao longo da história, a cidade passou por várias destruições, sejam por invasões, enchentes ou incêndio, como o de 1666. Entretanto, sua capacidade impressionante de se refazer fez com que se tornasse uma das cidades mais modernas e importantes do mundo.


Um passeio pela região de Westminster. Muito frio, mas um dia de sol fantástico!

Londres é um dos três principais centros financeiros do mundo, sendo o principal centro financeiro na Europa e um dos principais destinos turísticos do mundo. O Aeroporto Heathrow é o mais movimentado do mundo em número de passageiros internacionais e o espaço aéreo da cidade é o mais movimentado do qualquer outro centro urbano do mundo.

A todo momento o céu é riscado por aviões

Em qualquer época do ano a cidade fica cheia de turistas, portanto, prepare suas reservas com antecedência. Eu costumo organizar minhas viagens, pela internet, com no mínimo uns oito meses de antecedência, fazendo reserva de hotéis, compras de passagens, tickets, passes e tudo mais que possa me interessar no destino para onde vou. Acho super prático e evita perda de tempo em filas desnecessárias. Mas claro que isso é muito pessoal e cada um tem sua forma de se organizar, o importante é não bobear com reserva de hotéis ou você correrá o risco de pagar mais e ficar mal localizado.

Como estou falando de internet, vou dar minha melhor referência para reserva de hotel. Gosto muito do http://www.booking.com/. Nunca tive problema em qualquer reserva, com ou sem pré-pagamento. Agora, para compra de passes, como o London Pass (74 libras para três dias) que dá acesso à maioria das atrações turísticas além de outros benefícios, há vários sites de venda. Procure sempre fazer uma pesquisa e comprar por sites seguros. No post Londres – Transporte, Tours, Westminster Abbey, Parlamento e  Big Ben dou outras dicas de passes.
É importante saber que, como praticamente todas as cidades europeias, Londres tem as estações do ano bem definidas, portanto, escolha qual paisagem e clima lhe agradam mais, apesar de que, todas as estações têm seu charme e beleza próprios. Os verões normalmente não são quentes (temperatura média de julho: 18 °C), assim como dificilmente se vê inverno muito rigoroso (temperatura média de janeiro: 4 °C). No verão, as temperaturas raramente ascendem a 30 °C, ainda que as altas temperaturas tenham sido recorrentes. Mas não se iluda, a sensação térmica no inverno faz com que a temperatura pareça bem mais baixa.



Para você desfrutar bem e conhecer os principais atrativos da cidade, permaneça pelo menos cinco dias inteiros, lembrando que sempre haverá alguma coisa para uma próxima viagem. Até porque Londres é uma cidade “cara”. Se o euro já não é barato, a libra é bem cara!
Alguns dos atrativos mais importantes e que não podem ficar de fora de seu roteiro.
Abadia de Westminster, Elizabeth Tower (Big Ben) e as Casas do Parlamento ou Palácio Westminster, que estão todos juntos. Falo sobre esses três no Londres – Transporte, Tours, Westminster Abbey, Parlamento e Big Ben.


No jardim do interior da Abadia de Westminster

A London Eye,  que oferece uma vista panorâmica maravilhosa da cidade e é a terceira maior roda-gigante do mundo, ficando atrás da Estrela de Nanchang, na cidade de Nanchang, na China e da Singapore Flyer, em Singapura, que atualmente é maior do mundo.


Também conhecida como Millennium Wheel (Roda do Milênio), foi inaugurada em 1999 e oficialmente recebeu o nome de British Airways London Eye, pois sua construção foi patrocinada pela British Airways. Entretanto, desde o inicio de 2008 a atração deixou de ser patrocinada pela British e hoje é de propriedade da Merlim Entertainment Group, um dos maiores grupos de entretenimento da Europa. O grupo possui vários parques na Inglaterra bem como o famoso museu de cera Madame Tussauds.





É um dos pontos turísticos mais disputados da cidade. As 32 cabines podem comportar 15.000 visitantes por dia e a volta completa tem a duração de 30 minutos, tempo suficiente para uma bela cobertura fotográfica. Há diversos pacotes oferecidos aos visitantes, desde simples "voos" saboreando uma taça de champagne até a possibilidade de alugar sua própria Capsula Privada com canapés, champagne e vinho. No site você pode ver que os preços variam de acordo com seu critério de escolha. Por uma viagem normal, dividindo a Capsula com outras pessoas, você vai pagar 28,50 libras.



A London Eye fica na margem sul do Tamisa, bem próximo ao Parlamento, logo você pode aproveitar que já está por ali e conjugar o passeio. As estações do metrô mais próximas são Waterloo e Westminster.





Aproveite o dia e faça também o passeio pelo rio Tamisa. É uma forma extraordinária de ver alguns dos principais pontos turísticos. O cruzeiro revela cenários onde é possível observar toda a diversidade arquitetônica desta cidade que soube conciliar seu patrimônio histórico com o que há mais moderno e cosmopolita.




Já era meio da tarde e o dia já começava a escurecer e, com certeza, o frio a aumentar, quando iniciamos o cruzeiro. Dentro da embarcação o clima era delicioso, mas no piso superior que é aberto, o frio era cortante, mas como eu não podia terminar o passeio sem subir e fazer umas fotos me aventurei!






Há muitas opções de passeios: curtos, com refeição inclusa e até noturnos. Na margem do rio existem diversos guichês onde você pode comprar o cruzeiro. Se você optar pelo London Pass, o cruzeiro está incluído.



Bem, como eu disse, Londres tem muito mais, mas por hora vou ficar por aqui. Nos próximos posts falo sobre museus, palácios, teatros, parques, compras, gastronomia...
O site oficial de Londres é: http://www.visitlondon.com/