22 maio 2012

Ice Hotel ou Hotel de gelo, uma experiência bem gelada!


Que tal passar uma noite em um hotel feito inteiramente de gelo?

Nas margens do rio Torne, na antiga aldeia de Jukkasjärvi na Lapónia sueca, a 200 km do Círculo Polar Ártico, encontra-se uma incrível obra de arte, o Hotel de Gelo esculpido com cerca de 10 mil toneladas de gelo e cerca de 30 mil toneladas de neve. Jukkasjärvi, no extremo norte do país, é uma vila com aproximadamente 600 habitantes e fica a mais de 1.300 quilômetros de distância da capital sueca, Estocolmo. 


Em novembro de cada ano, começa a criação do Hotel de Gelo com os enormes cubos de gelo retirados do rio Torne. Esta água é extremamente limpa e proporciona alguns dos melhores gelos do mundo para a escultura e a criação de estruturas.



Iniciado em 1989 como o original Ice Hotel, quando fizeram uma exibição de arte no gelo construindo um iglu sobre o rio Torne, a partir de então, o artista e idealizador francês Jannot Derid, teve a idéia de construir um hotel onde pudesse atrair mais pessoas a cada ano, durante o inverno, para matar a curiosidade de como seria dormir em um iglu gigante.


Hoje essa tendência sazonal de destino está crescendo em popularidade e se difundindo. Além de Jukkasjärvi, o primeiro hotel do género em todo o mundo, existem mais dois outros hotéis, em Montmorency, Quebec, no Canadá e na Gronelândia.



Dormir no Hotel de Gelo por si só é uma aventura. As camas são feitas de gelo maciço, mas uma espessa tábua de madeira ajuda a isolar o frio. A proteção é completada com colchões isolantes, sacos de dormir projetados para essas baixas temperaturas e muita pele de rena.  Um curso com sugestões para dormir com segurança em baixas temperaturas é oferecido aos hóspedes. No café da manhã bebidas quentes para esquentar e em seguida uma sauna para relaxar o corpo.


O hotel possui 80 quartos e suítes, recepção, capela, cinema, sauna de gelo, museu, teatro, um salão com capacidade para 200 pessoas, onde pode se realizar casamentos e o Absolut Ice Bar, onde servem várias bebidas sofisticadas em copos de gelo.
Os preços de uma noite variam entre as 2.500 a 6.000 mil coroas suecas, 260 e 630 euros ou 400 e 800 dólares canadenses para duas pessoas.



Em uma área de aproximadamente 5 mil metros quadrados, o hotel de gelo é construído em torno de 5 semanas e funciona entre 10 de dezembro e 18 de abril. Ele é construído em fases, a partir do momento que a temperatura alcança os 3 graus negativos. No dia 10 de dezembro, vários quartos estão abertos, bem como a área de recepção. O Absolute Ice Bar abre no dia 12, seguido pelo principal salão e a Igreja no dia 15. Até o final de dezembro todas as suítes estão concluídas e o Hotel funcionando em sua plena capacidade. Cada ambiente é uma obra-prima criada por um artista selecionado para trabalhar no hotel.


A cada ano um novo hotel tem de ser construído, pois aos primeiros raios de sol da primavera a obra começa a derreter, uma vez que a temperatura sobe acima de 0 grau.  E isso é uma das coisas mais legais do hotel: ele nunca é igual, sendo nomeado por edições. Todo ano um grupo internacional de arquitetos, engenheiros, designers e artistas são convocados para trabalhar na criação e construção de todo o complexo, das paredes até os quartos, passando por pratos e copos.
A porta de entrada do hotel é coberta com peles de rena e ao entrar no hotel passa-se de uma temperatura externa média 20 graus negativos para apenas cerca de 7 graus abaixo de zero graças ao isolamento proporcionado pelas paredes de gelo. O frio é tão intenso que o próprio hotel recomenda passar apenas uma noite nas instalações.


Tudo, absolutamente tudo no Ice Hotel é construído e decorado com gelo e neve: paredes, colunas, camas, mesas e até os copos.
Passeios de trenós com motores, huskies ou renas e snowmobiles são algumas das atividades que hotel oferece.  



Conhecer o Hotel de Gelo e descobrir como é passar uma noite em um dos lugares mais frios e impressionantes do mundo é uma experiência única.