29 junho 2012

Madagascar - floresta de pedra



Madagascar é um destino pouco explorado turisticamente. A quarta maior ilha do mundo – atrás apenas da Groenlândia, Papua-Nova Guiné e Bornéu – é um país de paisagens praticamente virgens, clima tropical e animais exóticos, como os lêmures, símbolos nacionais.
Imortalizada na animação homônima da Dreamworks S.A, Madagascar é cercada pelo azul translúcido das águas do Oceano Índico e recortada pelo verde vivo da densa vegetação das montanhas.
A riqueza da paisagem é o chamariz perfeito para viajantes em busca de fortes emoções e amantes da natureza, afinal não é em qualquer lugar do mundo que se pode saltar em monólitos de granito que chegam a atingir até 300 metros de altura, ou observar mais de 100 espécies endêmicas em uma caminhada no parque.



Uma das atrações mais visitadas da ilha é o Parque Nacional da Reserva Natural de Tsingy de Bemaraha que fica na costa Oeste de Madagascar e é próximo às cidades de Morondava e Antsalova. Por causa da sua geografia única, florestas de mangal preservadas, lêmures e pássaros selvagens foi tombado pelo Patrimônio Mundial da UNESCO em 1990.



Os Tsingy são um planalto de calcário de 1500 km2 que milhares de anos de erosão pela água e pelo vento se esculpiram e se transformaram numa densa e caótica sucessão de gargantas profundas, passagens estreitas, porões cavernosos, grutas, penhascos de rocha que chegam até 120 metros de altura e picos de calcário aguçadíssimos.


É uma paisagem absolutamente incomum e curiosa, onde animais adaptados à vida desértica habitam os picos, enquanto criaturas que vivem na umidade e sombra habitam as partes baixas.