29 julho 2012

Os 10 museus mais estranhos do mundo


O que acontece quando uma obsessão vira uma coleção? Veja aqui uma lista dos 10 mais excêntricos acervos do mundo:

1. MUSEU DO ESGOTO DE PARIS, FRANÇA


Prepare-se: as “galerias” do Musée des Egouts de Paris são, na verdade, partes abandonadas do sistema de esgotos de Paris (fãs de Os Miseráveis, de Victor Hugo, saberão o que esperar). O cheiro é espantoso, e que fique de aviso: não se pode erradicar completamente mais de 100 anos de dejetos. A exposição inclui fotografias, mapas e ratos de esgoto empalhados. Como bônus, você pode andar por passarelas a poucos metros acima do fluxo do fedorento esgoto parisiense. Há  também uma loja de souvenires.

O museu abre de sábado à quarta. Os portadores do Paris Museum Pass entram gratuitamente.


2. MUSEU PARASITOLÓGICO DE MEGURO, JAPÃO



Realmente, não há coisa igual – béqueres coloridos e tubos de ensaio enfileirados nas prateleiras, cada um contendo um parasita humano ou animal diferente. Sim, isso mesmo: tênias e larvas. Além disso, há detalhados mapas anatômicos que mostram os ciclos de vida de parasitas nas regiões inferiores e do abdômen, e terríveis fotos médicas mostrando as consequências de uma infecção na vida real. Se isso não for o bastante, a loja de souvenires ainda vende camisetas e chaveiros do tema. O anúncio desse museu de Tóquio afirma que é o lugar perfeito para casais de namorados – se você estiver namorando David Cronenberg (cineasta do gênero body horror), quem sabe…

A entrada é gratuita, mas doações são bem-vindas. A estação de trem mais próxima é a Meguro; pegue a saída oeste e caminhe por cerca de 15 minutos.


3. MUSEU FALOLÓGICO ISLANDÊS, ISLÂNDIA


Você vai se gabar após visitar este lugar. Com sua coleção de falos (pênis) animais e humanos, o museu afirma que “a falologia é uma ciência antiga, algo com o qual um cara como John Holmes (ator e diretor pornô) certamente concordaria”. O lado de fora deste museu em Husavik é charmoso e antiquado, mas, por dentro, é um mundo incrível, com mais de 150 pênis e partes penianas de todos os tamanhos, presos às paredes, pendurados no teto e enfatizados pela luz. Tenha cuidado: alguns destes podem causar espanto. Não precisa nem dizer, não é permitido tocar.

Este museu é só abre às terças-feiras e aos sábados. A entrada custa ISK400.
Visite: www.CGPGrey.com


4. GRUTAS PARK DRUSKININKAI, LITUÂNIA


Também conhecido como “Stálin World”, o Grutas Park, em Druskininkai, é um parque-museu-temático de humor negro, profundamente irônico, dedicado à ocupação soviética da Lituânia, com um jardim de esculturas repleto de estátuas de identidades soviéticas, além de recriações de Gulags, que incluem cercas elétricas e torres de observação de madeira. Havia planos para arrebanhar os visitantes em um caminhão de gado por meio de uma linha férrea, mas o projeto foi derrubado após uma forte desaprovação pública. Há performances ocasionais em que, de acordo com o The Guardian, “pioneiros soviéticos cantam hinos à dignidade do trabalho; Stalin abana seu cachimbo e pronuncia discursos tediosos, e Lênin senta-se na beira de um rio”.

A entrada custa LTL20, mas o guia de áudio custa extras LTL46. Visite www.grutoparkas.lt para mais informações, incluindo como chegar lá.


5. MUSEU DE ARTE RUIM, EUA


Com o lema, “Arte ruim demais para ser ignorada”, esse museu em Massachusetts possui uma coleção de mais de 250 peças que inclui pinturas e esculturas com perspectivas excessivamente tortas, corpos com braços que mais parecem coxas e cores pra lá de berrantes. Como promete o museu, essa é verdadeiramente “uma arte exuberante de pessoas que às vezes não têm a menor ideia do que estão fazendo”. Parte das obras foi doada e algumas foram encontradas em latas de lixo, no entanto, todas elas fedem.

O museu se encontra abaixo da Comunidade Dedham Theatre, 8 quilômetros ao sul de Boston. Ele fica aberto até às 21 ou 22 horas; para mais informações e um boletim informativo gratuito, visite: www.museumofbadart.org.


6. MUSEU DO CABELO, TURQUIA


Galip Körükçü é um oleiro turco que decidiu recolher tantos cabelos quanto pôde de mulheres de todo o mundo, e abrir um museu de cabelo. A ideia era fazer as pessoas terem conhecimento do seu curso de cerâmica por meio da invenção do maior esquema sobre cabelos que se pudesse imaginar, fazendo assim com que as pessoas lembrassem-se do seu nome. Alojados em uma caverna em Avanos e com mais de 16.000 amostras de cabelos de mulheres penduradas nas paredes e telhado, esse covil de cabelo mais se parece com o esconderijo de um serial killer do que qualquer outra coisa, especialmente quando o Sr. Körükçü coloca seu avental e saca sua tesoura.

Fica na pousada do Calip. Inscreva-se também para cursos de cerâmica, tecelagem, aulas de dança e música. Veja: www.chezgalip.com.


7. HALL DA FAMA & MUSEU INTERNACIONAL DO REBOQUE, EUA


Reboque é mesmo um negócio sério. Este museu em Chattanooga, Tennessee, é a prova disso. Ele declara que sua missão é “preservar a história do reboque e da indústria de recuperação, para educar as crianças do mundo e toda a sociedade, além de homenagear aqueles indivíduos que fizeram mudanças significativas e dedicaram um tempo precioso ao longo da referida indústria”.
Venha e veja todos os caminhões e barras de reboque que você conseguir.
Preste sua homenagem no “Wall of Fallen” (Mural dos que se foram), relembrando os envolvidos em fatalidades relacionadas a reboques.



8. BRITISH LAWNMOWER MUSEUM, INGLATERRA
(Museu Britânico de Cortadores de Grama)


Alguns dizem que a qualidade dos cortadores de grama Qualcast nunca será batida por outro cortador manual, muito menos por qualquer um dos sofisticados cortadores elétricos; outros defendem cegamente o Scythe Allen TS, com seu suave motor Villiers MK25 de quatro tempos 256cc; há também aqueles que só têm olhos para um poderoso cortador Dennis Bradbury 1-2633 de quatro tempos 500cc. Socialize com todos esses entusiastas no British Museum Lawnmower em Southport, Lancashire, onde as exposições incluem cortadores de grama dos ricos e famosos (incluindo o Príncipe Charles), o cortador mais rápido do mundo e o primeiro robô cortador de grama movido a energia solar.

O museu está aberto durante todo o ano, das 9h00 às 17h00. O preço da entrada inclui um passeio de áudio. Confira o site: www.lawnmowerworld.co.uk


9. MUSEU INTERNACIONAL DE PRIVADAS DE SULABH, ÍNDIA


Vasos sanitários, privadas ou tronos… tudo isso e muito mais fazem parte de uma detalhada exposição de privadas de todo o mundo, que vão desde o estilo “buraco no chão” aos mais sofisticados exemplares banhados a ouro. “Junte-se à cruzada do saneamento”, exorta o museu de Nova Deli. Veja se você consegue se manter enquanto tenta seguir os numerosos passos exigidos no “código para as pessoas casadas: um elaborado manual de defecação prescrito na mais respeitada escritura hindu, Manusmriti Vishnupuran”. Lembre-se de lavar as mãos depois.

O museu fica em Dabri Marg, Nova Deli, e fica aberto de segunda a sábado.


10. MUSEU DE MULETAS, AZERBAIJÃO

O renomado resort de saúde de Naphthalan é conhecido pelas suas qualidades curativas – acredita-se que o óleo extraído da terra cura todos os tipos de males. Assim, Naphthalan possui o único museu do mundo dedicado à muletas usadas. Todas elas, supostamente, foram deixadas por pessoas doentes que passaram por lá e foram curadas repentinamente – ao estilo Monty Python – não precisando mais de seu auxílio. Faça o teste: quebre a sua perna antes da visita, tome um banho de óleo e veja o que acontece.